Como melhorar a imunidade? Conheça 4 atitudes que ajudam na proteção do organismo

Imagem do post Como melhorar a imunidade? Conheça 4 atitudes que ajudam na proteção do organismo

Saber como melhorar a imunidade baixa é essencial para prevenir as mais diversas doenças. E para conseguir esse feito, não são necessárias grandes atitudes: pequenas mudanças de hábitos, como dormir bem e se exercitar, já impactam positivamente o sistema imune.

No entanto, nem todo mundo sabe o que fazer e como atitudes simples podem contribuir para a defesa do nosso organismo, não é? Por isso, vamos listar quais são os passos de como melhorar a imunidade que você deve colocar em prática já.

Mas antes, vamos entender o que é a imunidade e como funciona o sistema imunológico? Vamos lá!

O que é a imunidade?

Para saber como melhorar a imunidade, você precisa entender o que é e como funciona o sistema imunológico.

A imunidade é a capacidade que o organismo tem de se proteger contra agentes infecciosos. Essa defesa acontece por meio do sistema imunológico, o responsável por identificar, combater e expulsar esses agentes nocivos.¹

Para entender como ele age, imagine uma batalha entre dois exércitos. De um lado estão as doenças, do outro, as células do sistema imunológico. O tempo todo, elas estão em confronto para manter nosso corpo saudável.

Quando nossa imunidade está alta, saímos vitoriosos dessa guerra. Mas a resposta do nosso sistema imune está lenta, infelizmente, acabamos contaminados.

Por isso, saber como melhorar a imunidade é indispensável, pois é preciso fortalecê-la para que nosso organismo enfrente os agentes nocivos e nossa saúde não seja comprometida.

A boa notícia é que com pequenas mudanças de hábitos já é possível aumentar a imunidade, contribuindo para a defesa do nosso organismo. A seguir, veja como você pode começar a fazer isso ainda hoje.

Como melhorar a imunidade do seu corpo?

1. Mantenha uma dieta equilibrada

Tudo começa na alimentação, e é claro que esse é um dos pontos mais importantes de como melhorar a imunidade.

Afinal, uma dieta balanceada é indispensável para a manutenção da saúde em geral, e possui um grande impacto quando o assunto é sistema imunológico.

Isso porque, durante a resposta imunológica, o organismo necessita de energia para combater mais rápido e de forma eficaz às ameaças encontradas. E se o corpo não está bem nutrido, suas funções podem acabar comprometidas

Dessa forma, manter uma alimentação saudável é a primeira e mais relevante atitude de como melhorar a imunidade baixa.

Afinal, além de fortalecer o organismo, a dieta balanceada também contribui para uma microbiota intestinal equilibrada, local onde vivem cerca de 70% das células que compõem o sistema imunológico

2. Pratique exercícios regularmente

O exercício físico também faz parte do combo de como melhorar a imunidade, mas é preciso ter cuidado: apesar de benéfico, se em excesso ou em intensidade muito elevada, ao invés de fortalecer o sistema imune, ele pode sucumbir.4

Durante a prática de atividades físicas, diversas substâncias são liberadas em nosso corpo, assim como sua produção estimulada. Esse é o caso, por exemplo, dos leucócitos, os grandes responsáveis pelo sistema imunológico.

Assim, indiretamente, os exercícios moderados e regulares são excelentes aliados no fortalecimento da imunidade, ajudando o corpo a se tornar mais forte e preparado para enfrentar doenças.

3. Cuide da qualidade do seu sono

Não dá para falar em como melhorar a imunidade e esquecer de um dos pontos mais importantes para a nossa saúde: um sono de qualidade.

Quando adormecemos, as células do nosso corpo são renovadas, e isso também vale para as células do sistema imunológico.

Alén disso, para se ter uma ideia, durante o sono acontece a produção de linfócitos, células de defesa, e das citocinas anti-inflamatórias. Ambas substâncias contribuem na proteção do organismo.5

Por isso, manter uma rotina de sono regular de qualidade é muito importante ao falarmos em como melhorar a imunidade baixa, assim como a privação do sono pode afetar negativamente o sistema imune.

4. Faça a ingestão de probióticos

Como vimos, a maior parte das células que atuam em nossa imunidade estão localizadas no intestino, mais propriamente na microbiota intestinal.

Dessa forma, cuidar da saúde intestinal tem uma importância enorme na tarefa de como fortalecer a imunidade do corpo.

Isso porque o sistema digestivo está longe de ser apenas o trajeto que o alimento faz em seu organismo, mas atua principalmente na defesa contra agentes nocivos.

E qual a relação dos probióticos para melhorar a imunidade? É simples… Os probióticos são microrganismos vivos que ajudam a repor e equilibrar a flora intestinal 6, contribuindo para que a quantidade de bactérias boas no intestino continue em um nível saudável.

É importante lembrar que os probióticos não são produzidos pelo organismo, mas são suplementos, que devem ser consumidos em quantidades adequadas para trazer benefícios para a saúde.6

A seguir, veja quais os melhores probióticos para imunidade para incluir nos seus cuidados e mudanças de hábitos de como melhorar a imunidade.

Quais os melhores probióticos para imunidade?

Com essas dicas, você já sabe como melhorar a imunidade. Mas, caso nunca tenha consumido probióticos, pode estar em dúvida de qual o melhor para consumir.

Muitos probióticos podem ajudar a fortalecer a imunidade e melhorar a resposta do sistema imune, mas é importante pesquisar se o probiótico escolhido atende a alguns critérios, como: não apresentar patogenicidade, conseguir se proliferar, ter boa resistência ao ácido biliar, entre outros.

 Nossa indicação são as espécies Bifidobacterium e Lactobacillus, os probióticos para imunidade mais estudados, recomendados e consumidos.7

Eles podem ser consumidos diariamente para auxiliar no equilíbrio da flora intestinal, aumentando, consequentemente, a sua imunidade. Assim, você fortalece a defesa do seu organismo contra infecções, alergias e enfermidades.7

Conheça o Tamarine Probium!

Como vimos, uma flora intestinal equilibrada contribui para o bom funcionamento do sistema imunológico. Por isso, a suplementação de probióticos pode ser interessante.

Para isso, você pode contar com o Tamarine Probium, um suplemento que combina os probióticos Bifidobacterium e Lactobacillus em cápsulas.8

Assim, você pode ingerir 2 bilhões de UFC de probióticos* para o seu intestino diariamente, trazendo benefícios para o seu organismo.8

Quer contribuir com a sua saúde? Conheça melhor o Tamarine Probium e aproveite!

Tamarine Probium: alimento registrado no MS sob nº 6.6122.0004.

*Cada cápsula contém no mínimo 1 bilhão de UFC de Lactobacillus acidophilus NCFM® e 1 bilhão de UFC de Bifidobacterium lactis HN019®.

 

Referências
  1. 1 1 MedlinePlus. Health Topics: Immune System and Disorders. Disponível em https://medlineplus.gov/immunesystem.html . Acesso em janeiro/2022.

  2. 2 2 Childs CE, Calder PC, Miles EA. Diet and Immune Function. Nutrients. 2019;11(8):1933.

  3. 3 3 Vighi G, Marcucci F, Sensi L, Di Cara G, Frati F. Allergy and the gastrointestinal system. Clin Exp Immunol. 2008;153 Suppl 1(Suppl 1):3-6.

  4. 4 4 Wang J, Liu S, Li G, Xiao J. Exercise Regulates the Immune System. Adv Exp Med Biol. 2020;1228:395-408.

  5. 5 5 Besedovsky L, Lange T, Born J. Sleep and immune function. Pflugers Arch. 2012;463(1):121-37.

  6. 6 6 Hill C, Guarner F, Reid G, et al. The International Scientific Association for Probiotics and Prebiotics consensus statement on the scope and appropriate use of the term probiotic. Nat Rev Gastroenterol Hepatol. 2014;11(8):506-514. Disponível em https://www.nature.com/articles/nrgastro.2014.66 . Acesso em janeiro/2022.

  7. 7 7 Spaiser SJ, Culpepper T, Nieves C Jr, Ukhanova M, Mai V, Percival SS, Christman MC, Langkamp-Henken B. Lactobacillus gasseri KS-13, Bifidobacterium bifidum G9-1, and Bifidobacterium longum MM-2 Ingestion Induces a Less Inflammatory Cytokine Profile and a Potentially Beneficial Shift in Gut Microbiota in Older Adults: A Randomized, Double-Blind, Placebo-Controlled, Crossover Study. J Am Coll Nutr. 2015;34(6):459-69.

  8. 8 8 Rotulagem do produto Tamarine Probium.