Como regular o intestino e aumentar as idas ao banheiro? Conheça os 4 passos

Imagem do post Como regular o intestino e aumentar as idas ao banheiro? Conheça os 4 passos

Você já deve ter ouvido alguém dizer que é importante regular o intestino para ser saudável, certo? Possivelmente também já deve ter escutado alguém se referir ao órgão como “segundo cérebro” ... Mas já pensou por que ele é conhecido dessa forma?

Para muitos, pode ser que a ação do intestino se limite apenas ao ato de formar fezes e favorecer a evacuação, mas a verdade é que o sistema gastrointestinal é responsável por muito mais do que isso. ¹

Além da eliminação dos resíduos, o órgão controla outras diversas funções importantes para nossa saúde, como alterações imunológicas, metabólicas e neurológicas. ¹

Por isso, saber o que fazer para regular o intestino é indispensável para garantir um melhor funcionamento do sistema e mais qualidade de vida.

Quer saber como fazer isso? Então veja abaixo atitudes simples, mas extremamente necessárias para regular o intestino e evitar a constipação, além de outras condições de saúde.

O que fazer para regular o intestino?

Essa é a pergunta mais comum entre as pessoas que sofrem com os sintomas incômodos da constipação intestinal. Afinal, o que é bom para regular o intestino? Como aumentar as idas ao banheiro?

A seguir, você pode conferir as principais atitudes que podem ajudar a evitar a prisão de ventre e melhorar o fluxo intestinal. Veja!

#1 Beba bastante água

Se a constipação intestinal já é uma velha conhecida para você, certamente já recebeu muitas dicas sobre o que fazer para regular o intestino, certo?

Uma delas, provavelmente, foi aumentar a ingestão de água, mas pode ser que essa tenha sido a menos seguida nos últimos anos. Pois não deveria! 6

Acontece que a hidratação é, sem dúvida, o primeiro e mais importante passo para regular o intestino. 1, 5, 6

Afinal, sem a ingestão ideal de água, o trânsito do bolo fecal acaba prejudicado, e a evacuação se torna mais difícil. 5

Assim, se você consome pouca água diariamente, mais lenta será a movimentação das fezes pelo intestino. Além disso, as fezes ficarão ressecadas e duras, o que pode levar a uma piora nos quadros de constipação. 5

Sem contar que os outros cuidados, como consumir fibras para regular o intestino, sem hidratação suficiente, não surtirão efeito — e podem até piorar os sintomas. 3, 6

Desse modo, manter um nível de hidratação adequado deve ser o seu primeiro cuidado, para garantir que a eliminação das fezes ocorra de forma rápida e menos dolorosa. 

Segundo a recomendação do Ministério da Saúde, deve-se ingerir no mínimo dois litros de água por dia (cerca de seis a oito copos), preferencialmente entre as refeições. Essa quantidade, porém, pode variar a depender da temperatura ambiente e da atividade física praticada. ²

Além disso, é muito importante ficar atento aos sinais que o corpo dá. Por isso, ao sentir sede, pare o que estiver fazendo e beba um copo de água.

Afinal, você está constantemente perdendo água por meio da respiração, do suor e da urina, e deve repor o que foi perdido para garantir o bom funcionamento do organismo.

#2 Aumente o consumo de fibras

Assim como a água, as fibras também são indispensáveis para regular o intestino. Entre suas mais poderosas ações no organismo, podemos citar: ³

  • ação no trânsito intestinal;
  • formação do bolo fecal;
  • estímulo das contrações intestinais.

Além disso, as fibras possuem a capacidade de absorver água em grandes proporções, o que pode facilitar a hidratação das fezes e, consequentemente, sua eliminação. ³

O consumo de fibras indicado pela Organização Mundial da Saúde é de 25 gramas diárias, seja por alimentação ou suplementação. ³ Abaixo, você pode conferir algumas fibras para regular o intestino para inserir em sua dieta.

Principais fibras para regular o intestino

  • Psyllium;
  • linhaça;
  • aveia;
  • chia;
  • ameixa;
  • cenoura;
  • milho;
  • agrião;
  • entre outros. 

São muitas opções de fibras para regular o intestino, e você pode conferir outros alimentos em nosso conteúdo “Lista de alimentos ricos em fibras? Veja os melhores itens para incluir “.

Por mais que incluir alimentos fibrosos seja importante, é preciso entender que para chegar à quantidade ideal, você precisará consumir muitos desses alimentos diariamente, o que pode ser complicado. Portanto, a suplementação ainda é a melhor escolha. ³

Também é preciso ter um cuidado maior ao consumir fibras se seu objetivo for regular o intestino. Isso porque, caso você aumente essa ingestão, mas não beba água o suficiente, pode gerar o resultado oposto. 3, 6

#3 Consuma uma fonte de probiótico diariamente

Os probióticos são microrganismos vivos que ajudam a equilibrar a flora intestinal e, consequentemente, melhorar o fluxo intestinal. Por isso, seu consumo diário pode ser uma excelente alternativa de o que fazer para regular o intestino. 4

Sua ingestão pode acontecer por meio de alimentos, como iogurtes naturais, kefir e leites fermentados, por exemplo, como também por uma suplementação em cápsulas ou sachês, caso seja recomendado por um profissional da saúde.

Uma vez que os probióticos se tornem parte da sua alimentação, eles ajudam a povoar o intestino com bactérias boas, equilibrando a microbiota. 4 

Além disso, esses microrganismos também auxiliam a: 4

  • melhorar o processo de digestão;
  • reduzir a sensibilidade alérgica a alimentos;
  • equilibrar distúrbios gastrointestinais;
  • fortalecer a defesa do organismo contra agentes nocivos;
  • evitar sintomas de constipação intestinal;
  • entre outros benefícios para a saúde.

#4 Escute seu corpo

Por fim, após todos os cuidados acima, esse pode ser um dos mais decisivos quando falamos sobre como regular o intestino.

É comum, principalmente em crianças, que o comportamento de segurar a vontade de ir ao banheiro seja comum. 5

Quando essa atitude se torna um hábito, ela pode ser muito prejudicial para a saúde e bom funcionamento do intestino.  5

Por isso, entre as atitudes mais simples e eficientes que você pode tomar para regular seu intestino, saber observar quando existe a vontade de ir ao banheiro e respeitar o seu corpo é uma das mais importantes.

Assim que aparecer a vontade de defecar, vá ao banheiro o mais rápido possível.

Caso contrário, por mais que as outras dicas ajudem a regular o intestino, o ato de segurar as fezes pode deixar o trânsito intestinal mais lento, e será preciso reeducá-lo para que a defecação aconteça sem grandes dificuldades. 5

Conte com o Tamarine Fibras para regular seu intestino!

Segundo a Sociedade Brasileira de Coloproctologia, 85% dos casos de prisão de ventre são resultados de uma baixa hidratação e uma dieta pobre em fibras, o que configura um quadro de constipação primária. 6

Nesses casos, para regular o intestino, o primeiro passo é melhorar hábitos alimentares e comportamentais e, para isso, você pode contar com a Tamarine!

Se você tem dificuldades de incluir as fibras em sua alimentação diária, o Tamarine Fibras, com 100% de fibras prebióticas 7,8,9em sua formulação, pode ser um suplemento interessante para auxiliar no funcionamento do intestino 10-11.

Você pode escolher uma de nossas diferentes versões para regular o funcionamento do seu intestino:

●        Tamarine Fibras Kids: fórmula líquida sabor morango, zero açúcares e lactose, que auxilia no funcionamento do intestino das crianças. 10

●        Fibras Pó Solúvel: versão em pó pensada para quem deseja aumentar o consumo de fibras na alimentação diária atual. O Tamarine Fibras em pó dissolve 100% sem alterar o sabor. 11

●        Fibras em Goma: versão em goma, sabor morango, baixo teor de sódio e glúten, fácil de carregar! 12

Quer saber mais sobre os produtos Tamarine Fibras? Clique aqui e confira!

Tamarine Fibras Kids. Alimento isento de registro conforme RDC 27/2010. Janeiro/2022.

Tamarine Fibras (Pó). Alimento isento de registro conforme RDC 27/2010. Janeiro/2022.

Tamarine Fibras (Gomas). Alimento isento de registro conforme RDC 27/2010. Janeiro/2022.

Referências
  1. 1 1 Hills RD, et al. Gut Microbiome: Profound Implications for Diet and Disease. Nutrients. 2019; 11(7):1613.

  2. 2 2 Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira: promovendo a alimentação saudável. Brasília: Ministério da Saúde; 2008. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_alimentar_populacao. Acesso em janeiro/2022.

  3. 3 3 Jones JM. CODEX-aligned dietary fiber definitions help to bridge the 'fiber gap'. Nutr J. 2014;13:34.

  4. 4 4 Hill C, et al. Expert consensus document. The International Scientific Association for Probiotics and Prebiotics consensus statement on the scope and appropriate use of the term probiotic. Nat Rev Gastroenterol Hepatol. 2014;11(8):506-14.

  5. 5 5 Baker SS, et al. Constipation in infants and children: evaluation and treatment. A medical position statement of the North American Society for Pediatric Gastroenterology and Nutrition. J Pediatr Gastroenterol Nutr. 1999; 29(5):612-26.

  6. 6 6 Sociedade Brasileira de Coloproctologia. Constipação. Disponível em https://sbcp.org.br/arquivo/constipacao/. Acesso em janeiro/2022.

  7. 7 7 Bernaud FS, Rodrigues TC. Fibra alimentar: ingestão adequada e efeitos sobre saúde do metabolismo. Arq Bras Endocrinol Metabol. 2013;57(6):397-405.

  8. 8 8 Hengst C, et al. Effects of polydextrose supplementation on different faecal parameters in healthy volunteers. Int J Food Sci Nutr. 2009;60 Suppl 5:96-105.

  9. 9 9 Ranawana V, et al. Polydextrose: its impact on short-term food intake and subjective feelings of satiety in males-a randomized controlled cross-over study. Eur J Nutr. 2013;52(3):885-93

  10. 10 10 Rotulagem do produto Tamarine Fibras Kids.

  11. 11 11 Rotulagem do produto Tamarine Fibras Pó.

  12. 12 12 Rotulagem do produto Tamarine Fibras Gomas.